Segunda-feira
22 de Outubro de 2018 - 
O importante não é vencer todos os dias, mas lutar sempre.

Controle de Processos

Newsletter

Previsão do tempo

Hoje - Guarujá, SP

Máx
24ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,71 3,71
EURO 4,27 4,27

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .

Últimas Notícias

10 de Outubro: Dia Nacional de Luta Contra a Violência à Mulher

Iniciativas protegem mulher em situação de risco.           Em 10 de outubro é celebrado o Dia Nacional de Luta Contra a Violência à Mulher. Nesta data, em 1980, mulheres se reuniram nas escadarias do Teatro Municipal, em São Paulo, para iniciar um protesto contra o aumento de crimes de gênero no Brasil, entre eles o feminicídio, quando uma mulher é morta simplesmente por ser mulher. O Tribunal de Justiça de São Paulo conta com uma estrutura voltada à defesa de mulheres em situação de risco, além de promover campanhas e projetos.         A Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Poder Judiciário do Estado de São Paulo (Comesp) é o braço do TJSP responsável pelas iniciativas de proteção, educação e amparo promovidas pela Corte. O Tribunal também conta com varas especializadas em Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. De acordo com a Lei Maria da Penha, em vigor desde 2016, violência doméstica e familiar corresponde a qualquer ação ou omissão que resulte em prática de violência física, psicológica, sexual, patrimonial ou moral contra a mulher.  Para fazer uma denúncia, ligue para 180 (Central de Atendimento à Mulher) ou 190 (Polícia Militar).          A Comesp realiza debates sobre os mais variados temas, como assédio e feminicídio, e também participa de campanhas nacionais, como a Justiça pela Paz em Casa, que tem o objetivo de coordenar ações que priorizem o julgamento de processos relacionados à violência doméstica. Um dos trabalhos da Comesp é o Projeto Fênix, lançado em 2016, que disponibiliza em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde cirurgias reparadoras – estéticas e ortopédicas. Há também tratamento odontológico, nesse caso, em parceria com a Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) Turma do Bem. As pacientes recebem atendimento prioritário.         Outro programa é o Tem Saída, em parceria com a Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo (SMTE), o Ministério Público, a OAB-SP, a Defensoria Pública e a ONU Mulheres. O objetivo é prover autonomia financeira à mulher em situação de violência doméstica e familiar por meio de sua inserção no mercado de trabalho. A iniciativa prevê atendimento a partir do momento em que se ingressa com uma denúncia contra o agressor. A vítima é encaminhada pelo sistema de Justiça aos equipamentos de seleção de emprego da Secretaria. No local, a mulher tem atendimento especial e entrevista prioritária para vagas disponibilizadas pelas empresas parceiras do programa.                    imprensatj@tjsp.jus.br
10/10/2018 (00:00)
Visitas no site:  14282
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia